Diário de uma noiva - ÚLTIMO CAPÍTULO - Ficamos presos na península!!

17.01.2019

Olá meninaaass!!

 

Esse acho que é o capítulo mais dramático de todos, afinal é o último! Ficamos presos com a maior chuva na península, tive crise de pânico, perdemos o voo, ufa! Coisaradaa!

Testei um novo formato, como se fosse o capítulo de um livro mesmo! Então aproveitem que esse é o último da série Diário de uma Noiva, e vou morrer de saudades!

 

No último post...

 

"Já era noite, estávamos numa estrada cheia de buracos, numa escuridão sem fim, sem um posto de gasolina. A lancha pra atravessar pra Península era só até às 19h, e a gente não chegava nunca..."

Era quase 19h, e a gente estava numa estrada de mão única. Sem nenhum poste de iluminação, a estrada tinha buracos que não eram panelas, eram caldeirões, e um atrás do outro.

Renan já estava indo rápido porque estava cansado, mas em uma acelerada, eu senti um solavanco que eu pulei do banco, então eu sabia: tínhamos acertado um buraco. O pavor do pneu furar naquela estrada deserta e escura, sem a menor esperança de encontrar um posto ou uma borracharia, foi grande.

Apesar de tudo, tínhamos chegado na cidade que ficava às margens da Península, mas já eram 20:30h, e a última lancha tinha saído 19h. Tivemos que dormir em Camamu mesmo. Tomei um banho no hotel, coloquei gelo no pé e tomei o anti-inflamatório. Estava um calorão, então entramos na piscina e saímos para comer uma das minhas comidas favoritas: acarajé. 

Na manhã seguinte, por um milagre, meu pé estava novinho em folha. A dor e o inchaço tinham ido embora, então aprendi outra lição: não julgar pelas aparências, porque a recomendação do médico cubano foi ótima. Tomamos café e pegamos a primeira lancha para a Península de Maraú, e o dia estava lindo demais!

Chegando na Península, alugamos um quadriciclo e andamos por várias praias, almoçamos uma moqueca ao molho de tomate maravilhosa, e quase íamos voltar pro hotel no final da tarde, mas no último minuto resolvemos assistir um pôr do Sol mágico.

À noite fomos jantar uma pizza INCRÍVEL, e quem diria: foi na Bahia, naquele dia, que comi a melhor pizza da minha vida. Más línguas dirão que tudo estava maravilhoso porque eu estava apaixonada, mas além do tempero da paixão, o sabor estava realmente maravilhoso, hahaha.

Na terça-feira, adivinhem: CHOVEU O DIA TODO. Não bastou ter caído o mundo no meu casamento, tinha que chover na lua de mel também, então ficamos no hotel o dia todo, se conhecendo melhor, eu diria kkkkk. 

Era quarta-feira. Nosso voo estava marcado para sair de Salvador 16:00h, então acordamos cedo pra pegar a primeira lancha, que sairia da Península 7:00h. GENTE, estava chovendo MUITO, muito mesmo, então a marinha fechou a passagem. Achei que ia ficar presa pra sempre na península, sério, já tava planejando vender minha arte na praia, como diria minha irmã. kkkkkk

Finalmente, às 9:00h, a marinha liberou a única lancha que atravessaria naquele dia, mas ainda estava chovendo. Não sei se vocês sabem, mas eu tenho PAVOR de água, não sei nadar, e ainda não sabia boiar, então eu estava muito nervosa. A travessia foi tensa, já era 10h, e ainda tínhamos que passar em Camamu, pegar o carro e abastecer. Chegando no posto, Deus mandou um anjo que nos avisou que a roda tava amassada. Lembram do buraco? Então, a roda amassou, e quando isso acontece, ou corta o pneu, ou chega bem perto. Graças a Deus tinha uma borracharia na frente do posto e o pneu não tinha furado, então o borracheiro desamassou e seguimos viagem.

Porém, já era 11h, e até Salvador daria 6h de viagem pra mais, então JAMAIS chegaríamos a tempo de pegar o voo. Comecei a ligar pra companhia aérea na estrada, e além do sinal cair toda hora, pra remarcar pro mesmo dia a gente teria que pagar um absurdo de taxas, então remarcamos pro outro dia, e passaríamos a noite em Salvador.

Pra chegar em Salvador, de onde a gente estava, tem um percurso de Ferry Boat. Só que o tempo tava muito ruim e o mar agitado, então por conta de todo estresse e do meu pavor de água, quando embarcamos, eu não aguentei. Começou a me dar uma sensação horrorosa de medo, então eu tive tipo uma crise de pânico, comecei a chorar um monte. Consegui me acalmar porque né, o percurso durava um pouco mais de uma hora, e eu não podia passar uma hora daquele jeito ou eu iria inundar o ferry boat com minhas lágrimas kkkkk. 

Chegamos em Salvador 18:00h, dormimos. Meu tio avô mora em Salvador, e eu amo ele, a esposa e as filhas dele de paixão, então como o voo era só 18:00h da quinta-feira, fui almoçar na casa deles, e meu tio ainda nos levou pra dar umas voltas por Salvador, então foi muito bom meeeeesmo! Sempre tem coisas boas, mesmo nas coisas ruins. <3

Conseguimos pegar o voo a tempo e no final ocorreu tudo bem graças a Deus, chegamos em Curitiba sãos e salvos. 

Ao chegar em casa, fiz o Renan entrar comigo no colo, porque tinha lido em algum lugar que isso é alguma tradição, ou eu só queria realizar meu sonho de princesa mesmo hahahahhah.

Foi isso meus amores! Finalizamos a série de ocorridos no casamento e lua de mel, mas tem outros assuntos que eu queria abordar aqui, sobre o tema casamento!! Mas eu preciso saber o que vocês querem saber, então me mandem as dúvidas de vocês ou o que vocês acham que seria interessante eu falar, que eu conto por aqui, combinado???

Comentem aqui embaixo qual capítulo da série Diário de uma Noiva vocês gostaram mais, a interação de vocês é muito importante pra mim e pro blog!!

 

Um super beijo, e até o próximo post!

 

Xoxo,

Cecília Rodrigues

 

Compartilhe no Facebook
Share on Twitter
Pin it
Please reload

© Modéstia à Parte | Cecília Rodrigues

  • White Facebook Icon
  • White Instagram Icon
  • White Pinterest Icon
  • White Twitter Icon
  • White YouTube Icon