© Modéstia à Parte | Cecília Rodrigues

  • White Facebook Icon
  • White Instagram Icon
  • White Pinterest Icon
  • White Twitter Icon
  • White YouTube Icon

De frente com a Ceci #4: É difícil ser cristã na escola?

29.10.2015

Olá pessoas desse Brasil varonil!

 

Eu sei que vocês estão com saudade do quadro De frente com a Ceci, então aqui estou eu para responder a pergunta: É difícil ser cristã na escola? Se sim, por quê?

Hoje estou aqui para falar para as meninas, e eu não vou descer a malha em vocês. Pelo menos não hoje. Brinks kkkkkkkkk.

Algumas semanas atrás eu estive em um encontro e foi feita uma dinâmica com os jovens, que era a seguinte: em um papel, anonimamente, os jovens deveriam escrever um problema pessoal. Feito isso, os papéis eram sorteados, e cada jovem deveria ler em voz alta o conteúdo do papel, e dar uma solução para aquele problema. Até aí tudo bem, mas o que realmente me surpreendeu foi a quantidade de meninas dizendo que sofrem na escola por serem cristãs.

Por causa disso resolvi fazer esse post para contar um pouquinho da minha história para poder ajudar vocês.

Eu sempre fui uma menina muito alegre e extrovertida, e sempre me dei muito bem com os irmãos da igreja. Quem me conhece sabe que sou muito brincalhona, mas quando eu estudava, eu não era assim.

Eu já sofri muita perseguição na escola. Desde puxões de cabelo até a minha saia ser levantada, a escola para mim foi um pesadelo. Quando você é diferente, isso sempre gera comentários desagradáveis e olhares de canto, principalmente no ambiente escolar.

Quando eu estava na sétima série, um menino sempre puxava meu cabelo e falava que era descarga. Eu não sabia mais o que fazer, até que eu bati nas costas dele com muita força. Resultado: fomos chamados na diretoria, e só então ele parou (não estou incentivando a agressão tá? kkkkk).

Fora os apelidinhos: já fui chamada de freira, crentinha, cabelo de vassoura, etc. Teve uma época que eu não podia falar um "a" que eu já escutava o famoso "eeeeeeeeeerrrrrrrrr".

Estou contando isso para vocês pra mostrar que não acontece só contigo, princesa de Jesus. Quer um conselho, flor? Ignore. Eu sofri muito porque eu dava muita importãncia, e eles viam que aquilo me afetava, por isso eles continuavam. Eu sei que é difícil não deixar se afetar pelos apelidinhos, e tudo mais, e que em algum ponto você não vai mais querer levantar pra ir a escola, ou vai pensar "meu Deus o que eu fiz pra ser tão perseguida?". Mas, quando você estiver se achando um lixo, lembra que Jesus foi o homem mais perfeito que esteve na Terra, e mesmo assim Ele foi perseguido. Então lembre-se princesa, que não é você, é por causa do Deus que você serve, e o diabo sempre quer pôr os filhos de Deus para baixo. 

Lembre-se também que você sempre vai ter as outras filhas de Deus pra te encorajar e te dar uma palavra de conforto, tá bom?

Então é isso meus amores! Se você conhece alguma amiga que está precisando de um apoio, compartilha e manda para ela, que assim você ajuda elas e me ajuda, combinado?

Se vocês tiverem alguma dúvida, sugestão ou crítica, me mandem mensagem pela aba CONTATO. Ou se preferirem, só mandar um e-mail para modestiaaparteblog@gmail.com (sim, agora tenho um e-mail só para o blog, yay!), que eu vou tentar ajudar vocês no que estiver ao meu alcance.

Eu espero de coração ter ajudado vocês de alguma forma, um big beijo e até semana que vem!

 

Xoxo,

Cecília Rodrigues

 

Tags:

Compartilhe no Facebook
Share on Twitter
Pin it
Please reload